5 de novembro de 2013

Meia-Maratona Golden Four Asics Brasília 2013










Fala galera, fomos a Brasília disputar essa Meia-Maratona. Passamos no hotel deixar as mochilas e em seguida retirar o kit.
 

A grandiosidade do evento se vê logo de cara, tudo muito organizado e farto atendimento ao corredor.

Havia duas enormes filas, decidimos almoçar e pegar depois. Essa é a vantagem de estar em hotel perto. Assistimos à palestra sobre o percurso com dicas e tudo mais, mas depois percebi que esta não me ajudou.


 Não sou de ligar tanto para kit, mas receber itens de qualidade é bom porque realmente servirá para nossa atividade física diária e até uso em viagem.

Nas fotos, estamos com o Reginaldo Reis blogueiro e corredor daqui de CG, militarcorredorderua.blogspot.com, que está em Brasília a serviço, aproveitando para curtir vários eventos. Valeu a companhia e as fotos no dia da prova.

Atentos à palestra
Depois do kit, era hora de descansar e imaginar o que faríamos na prova por ela ser distinta; a gente mais desce do que corre em plano, mas há uma subida de 5k que é desgastante.

André tentando vender água no semáforo, quando fui fotografar ele não deixou
 
Altimetria:  agora com o GPS posso dizer como foi, a gente larga e desce até o 8.6k, sobe até o 13.6k e desce novamente até o final da prova. Isso faz todos acharem que é batata que dará recorde pessoal.  Apesar de dizerem que são 2k de subida mais notável e 2k com falso plano,  são 45m de subida em 5k.


Vamos para a prova:

Largada às 7h !!!

Infelizmente o dia não estava frio, largamos por volta dos 19/20 graus. Eu e André largamos no pelotão logo atrás da Elite, assim ficamos bem perto da linha. Saca e Brandão largaram no próximo pelotão.

Eu e André resolvemos correr a 4:10 nos km iniciais e depois estabilizar à 4:15 no Eixo Asa Sul; assim rodamos tranquilamente no início por ser uma descidinha constante.

Na Asa Sul, começa de verdade a prova de 18k, vi que não estava tão fácil rodar a 4:14 acumulado no GPS, André abria um pouco e eu fazia força para acompanhar. Nos 10k passei com 42:27 e André já estava uns 20m a minha frente, depois dali não mais procurei avistá-lo.

-----------------------
A palestra:
Os palestrantes Nelton e Cássio informaram que era para tangenciar a curva pela direita na ida da Asa Sul, ainda mais numa via tão larga ... e, pela esquerda, na volta; o que é o certo sempre !

Mas distribuiram água na curva do lado aberto, ou seja, à esquerda, na ida e à direita na volta. Assim, quem fez a tangente teve que cruzar as 6 faixas e perder uns 20m para tomar água, isso ocorreu mais de uma vez !!!  

É coisa pequena, mas para quem possui serviço de excelência como a Iguana Sports foi ingenuidade e tirou preciosos segundos de muita gente.
-----------------------

Voltando para a prova, 

A subida é leve, mas é constante tirando o bom ritmo da gente, comecei a rodar uns 15seg acima do pretendido. Lá pelo km 14, hora de se preparar para descer e viria meu pace acumulado de 4:19 começar a cair !!!

Fiz mais força para ganhar velocidade na descida e passo o km 15 com 4:22,  "Não pode !!!"; continuo a forçar e passo o km 16 à 4:22 "não, não pode !"

Não consegui aproveitar a descida, estava cansado e ainda teve vento contra e o sol já esquentava a piscina da casa oficial da Dilma Roussef, atrapalhando mais um pouco.

Como vi no km 18, meu pace geral passou a 4:20 e não tinha força para acelerar, seria só terminar a prova com bom tempo, mas a tentativa de recorde encontrava-se frustrada.

Termino a prova, e olho no relógio 1h32min01seg, 1min03 acima do RP, 3 seg no pace. "Tá ruim, mas tá bom". No meu deu pace de 4:20 mas como marcou 21.26k, o pace real foi de 4:22.

Vejo o André Bandera com um sorriso no rosto que não cabia nele, pensei "o cara detonou" e não deu outra ele mandou novo recorde pessoal 1h29min43, continua recordista da equipe e primeiro sub 1h30min oficial  (Manoel tbm fez, mas não pela equipe).

Parabéns André, tempaço,  os treinos estão surtindo efeito !!!

Enquanto aguardávamos os corredores da equipe, encontramos o Dionísio Silvestre, blogueiro (correrpurapaixao.blogspot.com.br) ultramaratonista e que corre mto na meia, mandou 1h34. Valeu Dionísio, vamos combinar de corrermos outra hora, ainda mais que mora logo aqui, Guaíra - PR.














   Saca queria recorde pessoal, tinha o tempo de 1h36min23. Eu e André ficamos na expectativa, vimos os pacers de 1h35 chegando, falamos ele deve estar na cola deles. Demora um pouco e Saca aparece,  correndo forte, e passa no pórtico ... aguardamos ele respirar e perguntamos do tempo, ele disse 1h36min24 !!!   quando saiu o oficial  ....  1h36min23, hehehe ! igualou o tempo dele !!! mandou bem,  mas já deve estar louco para correr de novo para destroçar esse segundo e muitos outros.

Agora era hora de aguardar o Brandão, o cara tinha o recorde pessoal na casa de 1h48,  era o que mais tinha chance de melhorar !!!  e não é que ele aparece com o pórtico ainda na casa de 1h41 !!!!   feliz da vida confirmou o belo tempo de 1h40min25 !!!   melhorou nada menos que 8min, correu fácil e já está assustando a mim e Saca !!!  André ainda não, "Mais respeito com o cara, Brandão !".


Tivemos o prazer de rever o Dalton, blogueiro de Cuiabá, esportescuiaba.blogspot.com.br, que também mandou muito bem e melhorou 2min em seu recorde, fez 1h44 !!! parabéns !!!

 Conclusão: , a prova é boa para tempo, mas há mais propaganda de recorde pessoal garantido do que realmente o percurso se mostra favorável a isso. Muita descida cansa a musculatura por haver mais impacto; a gente segura no início e a subida suga força, ainda a temperatura não foi das melhores. 

Fora o ocorrido da água, a organização entrega uma prova em nível de excelência e certamente um detalhe não tira o brilho da prova e a gente voltará se possível.  

Continuo a pensar, "quer recorde pessoal ?", vá para meia de Joinville, Foz do Iguaçu (ainda que no novo percurso), Porto Alegre (28.4), tbm a meia Asics de POA, meia de Floripa, Pomerode, ou seja, vá para o Sul !!!

Se a prova não tiver mta subida, é chance de recorde. O clima frio faz toda a diferença,  "se o cara faz recorde em lugar quente, o RP simplesmente não está atualizado".

Foto da concentração antes da largada.


A nossa equipe agradece o apoio da Pão & Tal e está de Parabéns pelos bons tempos na disputada meia de Brasília. São 3500 corredores com sede de recorde pessoal, com muita gente que realmente treina, são 100 corredores antes de 1h25 (ano passado com clima melhor, foram 100 antes de 1h23). As quebras dos corredores também foram notáveis !!!



A alegria dos recordistas da vez !!! André Bandera aguardando o Brandão em CG


Galera, Valeu pela viagem, desculpe-me pelas brincadeiras. Dia 14 viajamos de novo, em maior número !!! que bom !!!

Segue o link do percurso !!!  Infelizmente não é tão bom como o do André Bandera com parciais a 4:14, mas serve.

17 comentários:

Dalton Ferreira disse...

Rodrigo parabens pelo tempo e tambem pelos tempos da Equipe que foram muito bom.
Eu consegui baixar meu tempo, mas como vc disse tambem achei aquele trecho em subida um pouco pesado, ate porque como vc disse eles passam a impressão que o percurso nao tem subida. Fora isso gostei muito da prova, bem diferente com aquelas ruas largas e longas.
Espero vc em Chapada dos Guimarães.
Abraço
dalton

Estivison disse...

post fantastico !!!! parabens a todos. voltei aos treinos. 2014 promete. ate breve

Dario Miranda disse...

PARABENS A TODOS PELA BELA PROVA E A NARRATIVA E AS RECLAMAÇOES, TUDO VALIDO, POIS SEMPRE PESSAMOS E FAZERMOS NOSSO MELHER EM CADA PROVA,,,,VALE

Antonio C R Colucci disse...

Muito bom!
Parabéns pelo relato e pela prova.
Também estou procurando as descidas até agora, mas não fui com expectativa de quebra de recorde por ter cabulado os treinos do mês de outubro.
Meu relato está no BLOG, confira.
Não vi as palestras, mas desde a primeira vez só ouço falar em descida e ninguém fala que tem que voltar 5k morro acima, leve até, mas 5km.
Parabéns pelo BLOG.
Abraço
Colucci - @antoniocolucci

Dionisio Silvestre disse...

Olá Rodrigo,

Vida longa aos guerreiros do pantanal que pisam forte no asfalto.

Parabéns pelo belíssimo relato, ele retratou detalhe por detalhe a prova que enfrentamos no domingo.

Confesso que eu não tinha me atentado para a questão do posto de hidratação contrariando a tangente da longa curva.

Pode parecer fácil, mas correr em descida judia do quadríceps, assim, você precisa ter um bom trabalho nesse sentido.

Quanto aquela subida chata, que mina as energias do corredor, penso que o primeiro percurso de 2011 era melhor do que os de 2012 e 2013.

Da minha parte fica a intenção de revê-los em breve, agora com maior tempo para um bate papo.

Quando souber de uma prova no Mato Grosso do Sul e próximo de Guaíra/PR, por favor, me avise.

Ultra abraços e nos vemos no caminho!!!

Dionisio Silvestre

sacadura disse...

O melhor da viagem foram as zoações que renderam boas risadas...........e a constatação de que eu não corro NADA!!!!Acho que terei que procurar na numerologia a explicação de como eu consegui repetir em uma meia maratona exatamente ( até nos segundos) o tempo que havia feito na meia de Foz.....he he

sacadura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ALESSANDRO A GUIMARAES disse...

Parabéns ao André pelo sub-1:30, realmente correr olhando o relógio é muito complicado !!! Fizeram uma otima prova !!!

equipecorridaderuams.blogspot.com disse...

Fala galera,

Dalton Ferreira, Valeu, excelente sua prova. Até domingo. Abraço

Estivison, valeu pelo fantástico, isso assuste essa galera em 2014.

Dario Miranda, valeu, realmente as reclamações são por causa de nossa seriedade e são para melhorar. Abraços, novamente, parabéns pelo 1h30 em Pomerode.

Antonio Colucci, valeu !!, as descidas finais mto n aproveitaram, agora a subida todos perceberam !!! hehehe
Abraço, passei lá e comentei pelo face, mas não aparece lá, só no face ! fiquei sem entender.

Dionisio Silvestre, hehehe "guerreiros do pantanal que pisam forte no asfalto", valeu, vc mandou mto bem, ser ultramaratonista e correr forte na meia n é p qqr um !!!
Agora n sei, mas me parece que o de 2011 era pior ainda !!!
Abraço e até breve, vams achar uma prova na nossa região.

Saca, zoamos legal, até demais, até deu dó do Brandão que não é tão viciado como a gente. Igualar o recordes é para poucos !!! hehehe

ALESSANDRO, valeu !!! está difícil acompanhar Manoel e Bandera.

André Bandera disse...

Fala Rodrigo,

Corrida das boas, organização preocupada em promover um evento de excelência aos corredores, estão de parabéns pela qualidade.

Diante disso era só meter sebo na canela e correr forte para tentar um bom tempo. Parece tão simples, que nada, na prática o motor esquenta e o bicho pega.

Antes da prova tinha a impressão que a prova era traiçoeira pois o percurso com longas descidas era para tempo.

Foi dito e feito pós prova confirma a prova é traiçoeira e extremamente técnica, avaliar bem quando forçar é essencial para tentar um bom tempo.

A prova tentei correr com sensação de esforço e forçar um pouco mais na subida para não deixar o ritmo cair muito, deu certo e no 14k estava acumulado para ritmo 4:17 agora tinha que descer forte.
Consegui fazer vários kms para sub4:10 e felizão no final da prova com 1:29:43 e recorde pessoal na distância.

Foi dureza conquistar essa marca, agora é descansar e treinar forte para em 2014 conseguir um sub 1:28 na meia, grande sonho essa marca.

Parabéns pelo relato da prova, paciência para escrever e ainda cornetar os amigos, parabéns pelas palavras.. :)

E bora treinar pangaré, esse negócio de rodar a meia comigo até o 10k está por fora, bora correr junto e fazer um tempo fodástico.

Parabéns aos amigos Brandão Recordista Pangaré Queniano pelo 1:40 na meia e Sacadura Incrível Empatar Recorde Pangaré na Meia - 1h36min24, tempo de respeito que logo logo vai ser sub 1:36.

_____


Força para escrever no blog e conte comigo.

Bora treinar pangarés.

Danilo Confessor disse...

Rodrigo,

Parabéns a você e a todos da equipe pela excelente participação. Fiz um relato também lá no meu blog e tomei a liberdade de linkar vocês por lá.
Eu consegui meu RP, mas concordo com você que esse percurso é traiçoeiro. Tem que fazer muito treino específico para suportar tanta descida com uma subida bem no meio. Ano que vem quero fazer a etapa de POA, acho que lá com um clima mais frio as condições serão melhores.
Parabéns pelo post e bons treinos. Vou passar a acompanhar mais o blog de vocês.

Abraços
Danilo Confessor
Blog Confissões de um Confessor

SidneiEspada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
SidneiEspada disse...

Parabéns a equipe de MS, e principalmente a meu querido Mano Sacadura, quem sabe um dia chego pelo menos na metade de vocês!

RODRIGO AUGUSTO disse...

E aí Danilo Confessor, valeu !!! essa prova é uma falsa fácil, ainda mais pelo clima que poderia ter sido um pco melhor. MAs não deixa de ser boa opção do calendário. Olharei e acompanharei seu blog. Abraços.

E Aí Sidnei, blz. Valeu, treina aí para ganhar do Saca, a galera aqui está tentando mas n está fácil.

Abraço
Rodrigo Augusto

DricaPeixoto disse...

Rodrigo, obrigada pelo comentário lá no blog. Também estou te seguindo!

O Nelton falou sobre a descida na palestra, que seria leve mas indicou cautela para que os corredores não fossem no ritmo forte de prova pq em seguida teria uma subida constante. Dito e feito!

Estamos com vc com relação ao melhor tempo, quando formos buscar o sonhado sub2 será no Sul e no outono ou inverno.

Grande abraço e bons treinos!!!

equipecorridaderuams.blogspot.com disse...

Olá Drica Peixoto, valeu tbm pela visita.

Achei que a palestra atrapalhou mais do que ajudou, mas está valendo, faz parte do aprendizado ...

NO clima fresco saem os melhores tempos e o Sul é o indicado !!!

Grande abraço e bons treinos tbm !!!

Rodrigo Augusto

Nilo Resende disse...

Olá Rodrigo, Parabéns pelo relato detalhado da Golden Four Brasília.
Você conseguiu trazer algumas informações importantes, como o da hidratação, e que eu não havia dado tanta importância. Quando percebi que teria que rodar um pouco mais para me hidratar, passei direto para não perder muito tempo.
Você falou tudo! A prova tem muitas pegadinhas. Esta é a segunda vez que corro o mesmo percurso e, praticamente mantive minha marca pessoal por lá! Pensar em quebra de recorde agora, só em 2014!
Um grande abraço a todos e mais uma vez parabéns pelo blog e pelo belo relato!