30 de junho de 2011

O que pessoas com tendência a treinar muito forte podem fazer para se controlar e correr mais devagar?

Fonte: http://www.copacabanarunners.net/ (vejam lá outras excelentes matérias)

Resposta do Professor Carlos Gomes Ventura cgventura@uol.com.br
           As pessoas com tendência a treinar forte devem ser controladas pelo técnico, que deve explicar a elas que treinar forte não significa entrar em forma, muito ao contrario, pois atletas de fundo principalmente, que fazem percursos fortes ou trabalho de pista fora do programado alem da indicação do treinador, acabam tendo um retrocesso na performance.
       
        O treinador que segue rigidamente sua periodização sempre terá problemas com corredores com esta tendência. Treinar forte ou fraco faz parte da disciplina individual do corredor e parâmetro para o treinador.
         O corredor com tendência a treinar forte sempre acabará colhendo os frutos deste tipo de atividade. É fundamental que o treinador explique aos seus atletas a atividade do coração e a necessidade de um controle a nível dos batimentos de cada um dos seus atletas.


Resposta do treinador Nilson Duarte Monteiro 
        Usar um freqüencímetro cardíaco e correr dentro da zona alvo. Como fazer isso? Muito simples, tirar o escorpião de dentro do bolso e gastar num equipamento fundamental nos dias de hoje para que tenhamos controle do treino e não excedermos na dose.
      
         Muitos atletas amadores, ou a grande maioria, tanto homem como mulher, excedem na dose. Todo mundo gosta de mostrar para as pessoas que correm num estilo bonito, que conseguem correr mais forte, etc. Isso acontece quando treinamos em lugares muito freqüentados, como nos parques e academias. O sujeito sai para fazer a corrida dele, logo no começo do treino, ele indo e uma linda menina vindo.
     
        Ele no afã de aparecer para ela aumenta o ritmo, estufa o peito, quer dizer, sai totalmente da biomecânica de corrida dele. O esforço está grande, o ritmo está extremamente forte, mas não perde a pose, porém, quando a menina some de vista, ele volta ao velho estilo pesadão, ritmo fraco etc...
       Logo em seguida passa um outro atleta num ritmo mais forte, e ele tenta acompanhar e assim vai, o treino todo; um aumenta e diminui de ritmo que até parece fartlek. Isso o tempo todo, todo dia, não há corpo que agüente.
      
     Quando não há lugares tranqüilos para executar os treinamentos, o freqüencímetro cardíaco é o técnico que dá bronca, avisando com sinais sonoros o apressadinho que ele ultrapassou a zona alvo do treino.
       Treinar forte todo dia é um passaporte para um overtraining ou algo mais sério, como uma lesão. Aí, o sujeito não vai mais treinar forte, ele não vai nem treinar, pois vai ficar bichado por um bom tempo.

Resposta do Professor Luis Tavares http://www.ectavares.com.br/
        É bem complicado, geralmente o atleta que tem muito potencial e inexperiente na corrida, tem a tendência de treinar forte e não tem consciência do risco que pode ocasionar, como lesão, overtraining, etc.
        O importante é ter uma conversa séria com o atleta, conscientizando e explicando os riscos.
Infelizmente eles realmente aprendem, no momento que eles se machucam e ficam alguns meses parados.

Ah, já aviso que não sou de treinar assim !!! he he he

5 comentários:

Decio Oliveira disse...

Olá. Eu já treinei assim.Mas hoje em dia eu sou bem devagar no treino...um abraço....

Dart Araújo disse...

é por isso que corro com meu frequencimetrozinho e sempre fico de olho, faço prova como treino. Boa postagem Parabéns!!

Estivison disse...

eu gosto é de correr devagar/meditando, kkk

O IRMÃO DELE!!!!!! disse...

Então é bom manter lentamente sempre no treinamento.
Mas e quanto ao percurso, seria bom que ele fosse superior ao da Prova disputada, ou não?????????
Um abração e tomara que esteja tendo tudo de bom na sua viagem!!!



( Marcelo.aug.rodrigues74@hotmail.com )
Campo Grande - MS

RODRIGO AUGUSTO disse...

Olá galera, obrigado pelas visitas.

Décio, treinar acima do q o corpo está acostumado é ruim mas mto de nós fazemos, principalmente quem tem pressa de melhorar. Valeu

Dart, correr cm frequencimetro deve ser bom, mas eu n gosto de usá- lo, sou mais de ir pelo controle da respiração. Valeu, e usar corridas é mto bom para quebrar a ansiedade que temos para elas.

Estivison, é vc corre mais longas distâncias, aí realmente tem que ficar mais tranquilo, mais "zen".

E aí MArcelo, blz. não, há treinos que tem q ser fortes, mas não todos !!! e treinar distâncias maiores que de uma prova pretendida traz mais confiança que vc conseguirá terminar a prova bem. Obrigado, já retornei fui bem, estou juntando dados p postar. Valeu